quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Empreendedorismo Evolucionário

Por Marco de Abreu
...........

Esta a fazer um ano (Jan.2015 - Jan.2016) que começou a reflexão em torno deste novo conceito de 'empreendedorismo evolucionário'. Chegamos ao conceito por 2 linhas de acção:
- Em Abril de 2013 o Pete Bampton co-fundador do Awakened Life Project e 'Mestre Espiritual' deu uma palestra no João Sem Medo designada 'Empreendedorismo Evolucionário' (*1) que ligou a espiritualidade ao empreendedorismo e que nos trouxe o conceito de 'evolucionário' como o Andrew Cohen o introduziu
- No final de 2014 o livro do Fredic Laloux, reinventing organizations (RO) trás-nos as 'organizações teal' com o seu 'propósito evolucionário' e o modelo em escada da evolução das organizações baseado na 'teoria integral' do Ken Wilber (empreendedorismo teal) - sugerimos a visualização da primeira palestra no site do RO

Reforçando estas duas linhas já estavamos a trabalhar com os conceitos de:
- 'empresa social' (empreendedorismo social) do M. Yunus
- 'economia 4.0' (empreendedorismo 4.0) do Otto Schamer

Ou seja, tínhamos uma abordagem modernista (laranja) que esta presente na teoria de empreendedorismo actual marcada hoje pela inovação e pela 'solução tecnologica' e que em Portugal é bem representada pela Beta-I e Startup Lisboa só para citar duas; uma abordagem pós-modernista (verde) que esta bem presente na teoria de empreendedorismo social e no modelo do 'triple bottom line (people, planet, profit)' que em Portugal é bem representada pelo IES e CASES só para citar duas; emerge a solução integral ('teal') que pode ser entendida como 'empreendedorismo colaborativo' (S. Sarasvathy), 'empreendedorismo teal' (F. Laloux)  ou 'empreendedorismo 4.0' (O. Schammer) e que em Portugal apenas conheçemos a João Sem Medo.

Na Comunidade João Sem Medo lidávamos com as abordagens laranja e verde e em algumas pessoas começava a emergir o 'teal'. Historicamente começamos a trabalhar a competência do 'método empreendedorismo' que entra pela porta do 'laranja'; mais tarde juntamos a competência do 'desenvolvimento humano' que nos é trazido pela porta do verde; seguiu-se a 'liderança participativa', também potenciada pela porta do 'verde', mas que quando cruzada com as outras duas cria as condições para a emergência do modelo do Laloux: auto-organização, integral e propósito evolucionário; ou seja podemos estabelecer, na nossa visão, uma correlação entre o modelo do Laloux e o modelo da João Sem Medo e das suas competências. Emergiu a síntese:

Empreendedorismo Evolucionário =
Desenvolvimento Humano +
Liderança Participativa +
Método Empreendedorismo

(EE = DH + LP + ME)

'Empreendedor Evolucionário' aquele que se compromete com esta formula, cultivando a dimensão espiritual que permite o DH e a LP. I.e., o acto de agir inclui a 'não acção', com o desenvolvimento interior do sujeito que empreende, e a medida que esta evolução acontece, acontece a evolução da acção exterior, a ação no espaço social, no espaço dos comuns.

A Comunidade João Sem Medo surge assim posicionada para suportar a criação destas equipas que vão criar novas aventuras neste nível de consciência ('teal') ou ajudar equipas (organizações) já existentes em outros níveis de consciência ('azul', 'laranja', 'verde') a fazerem o caminho para 'teal'. Bem como, estar atenta ao que irá emergir a partir que o 'teal' faça o seu caminho: o que vem a seguir. É também evolucionária neste contexto, que aceita que o Mundo não se vai cristalizar e que haverá emergência de nova ordem.

Estamos assim na vanguarda deste movimento de evolução da consciência humana e da forma de organização:
Liderança Evolucionária: http://www.evolutionaryleaders.net/
Empreendedorismo evolucionário: http://sagelavine.com/evolutionary/

Abaixo, partilho algumas das reflexões que surgiram então.

Notas:
(*1) Surgiu no contexto de estarmos a fazer eventos inspirados nas múltiplas inteligências do H. Gardner, neste caso no alargado (9 inteligências); listo algumas dos eventos que fizemos:
- Inteligência Espiritual: Palestra com Pete Bampton 'empreendedorismo evolucionário'
- Inteligência Natural: Caminhada com José Maria como metáfora ao acto de empreender
- Inteligência Música: Com o Kula e a Sofia Rit'Mundo uma metáfora ao acto de empreender
- Inteligência Movimento: Com o Rui e a Sabine dos 5 Ritmos de Mudança uma metáfora ao acto de empreender com 5 ritmos; Com a Geane Bolfim uma metáfora ao acto de empreender com a Biodanza
- Inteligência Emocional, Intra: Vasco Gaspar, José Soutelinho, o Allan Sousa e a Sophie Marie tem ajudado a trabalhar esta dimensão; também fizemos, com a Angela Lyet e a Patrícia Soso da Matéria Bruta, uma experiência usando Teatro Laboral
- Inteligência Emocional, Inter: Vasco Gaspar, José Soutelinho, o Allan Sousa e a Sophie Marie tem ajudado a trabalhar esta dimensão  
- Inteligência Espacial: Desafiamos a Sandra Ramos e o Atlelier do Cardal a nos ajudar a criar esta metáfora; também fizemos, com a Angela Lyet e a Patrícia Soso da Matéria Bruta, uma experiência usando Teatro Laboral 
- Inteligência Linguistica: Com a Diana Almeida caminhamos pela Escrita Criativa como metáfora ao acto de empreender e com o Pedro Ferreira fizemos uma abordagem apreciativa (fast lane) 
- Inteligência Matemática: abordagem classica ao empreendedorismo; com a beta-i trabalhamos o empreendedorismo tecnologico

(esta é uma abordagem muito 'verde' ou pos-modernista, que desconstroi o conceito de 'empreendedorismo' e convoca outras formas de 'saber' e 'conhecer' para o empreendedorismo, para esta particular forma de acção)

--------------

Partilhas:

...................
2015-05-24 * Miguel Jerónimo 
Querido Marco,

Obrigado por esta partilha, este email chamou-me a atenção e não podia deixar de ler o teu texto. Reparei em mim uma maior clareza em relação ao processo joão sem medo e as bases para a sua forma de funcionamento, e sem dúvida uma enorme gratidão pelo que continuo a observar desta transformadora comunidade, à qual me sempre senti e continuo a sentir (cada vez mais) alinhado. Um pensamento que me cruzou a mente ao ler o teu texto, e sei que já se tinha abordado a questão do adjectivo que se poderia dar ao empreendedorismo jsm noutro email, mas passe a redundância, senti a necessidade de partilhar o termo com que senti que era o empreendedorismo joão sem medo ao ler-te: empreendedorismo evolucionário (se calhar este termo até já tinha sido posto em cima da mesa por outra pessoa, não me lembro).

Evolucionário porque:

     - tem como visão a contribuição para a evolução (do individuo a que o empreendedorismo chega (muito mais que um mero cliente), da comunidade, da própria organização, da humanidade, do planeta, ...)

     - tem na sua base o facto de o próprio processo de empreendedorismo ser algo em constante evolução e não algo estático, vai-se aprendendo fazendo, vai-se aprendendo com os outros (foco no empreendedorismo como processo, como algo co-criado em tempo real)

     - tem como premissa que o próprio empreendedor é um individuo em crescimento e constante aprendizagem (o tal pilar do desenvolvimento humano), que irá evoluir ao longo do processo do empreendedorismo e, sobretudo, parece-me focar no ponto essencial da quebra de barreiras e medos iniciais. Eu, empreendedor, não sou a pessoa de hoje (estática, com os meus conhecimentos, a minha visão do mundo, etc) mas sim a pessoa em constante transformação/evolução que irá mudar ao longo do acto de empreender. O medo (o que paraliza, não generalizando o sentimento em si) é algo que não faz sentido numa pessoa que se veja em permanente mutação, que sabe que o seu eu-futuro será mais evoluído que o seu eu-presente, apenas numa que se vê como algo estático que sendo quem é no momento pensa que não é capaz, pensa que já acabou de crescer. O the end of history illusion: http://en.wikipedia.org/wiki/End-of-history_illusion (foco na pessoa como processo, uma filosofia de becoming em vez de being)

     - além disso o conceito de evolução tem na sua génese ser efectuada em formato de rede, uma teia complexa de interacções e interdependências e interseres, algo que me parece fazer sentido no jsm pelo conceito de pares que falas (nada evolui sozinho, no limite somos vazios de ser, só somos se com os que nos rodeiam, tal como um empreendedor só o é com a sua rede de suporte e comunidade: é isso que revejo no teu conceito de liderança participativa, faz sentido?)

Bom, foi isto que me emergiu durante o texto, resolvi partilhar :)

De resto, muito gosto mesmo, que delicia observar todo este processo!

2015-05-24 * Marco de Abreu
Olá Miguel,
que bela partilha/ reflexão; grato

eu diria que é um tiro muito certeiro:
http://sagelavine.com/evolutionary/
http://www.evolutionaryleaders.net/

(esta ligado a http://www.andrewcohen.org/ - espiritual da coisa e ao http://www.kenwilber.com/ - teoria integral )


Em Portugal há trabalho a ser feito, para além de nós, em http://www.awakenedlifeproject.org/ e mais um grupo (http://www.integralportugal.org/

tenho hesitado e nos entratantos tenho usado 'empreendedorismo colaborativo' = 'empreendedorismo teal' (Laloux) = 'empreendedorismo 4.0' (Otto Scharmer)


2015-06-04 * Marco de Abreu
Escolho partilhar convosco que para mim tornou-se claro que o conceito de empreendedorismo que estamos a falar (e que até agora tinha o nome provisório de 'empreendedorismo colaborativo') se deve chamar 'empreendedorismo evolucionário'.

O ponto chave para mim foi a reflexão que tenho feito a proposito do capitulo do livro e o diálogo que temos feito sobre o tema; neste particular a partilha do Miguel foi particularmente importante, bem como as partilhas com a Claudia Sequeira, com o José Soutelinho e com a Teresa, Ana Rodrigues, António e Vanda (equipa que prototipou o 'Recreio João Sem Medo' no workshop de DT).

Este conceito integra e transcende as diferentes visões de empreendedorismo, desde o normal (laranja) até ao empreendedorismo 'teal', incluindo o social, criativo, feminino, sénior, jovem, local, necessidade, ... incorpora o que cada nível de consciência tem de melhor e acompanha a evolução de consciência das pessoas que lhes dão vida, ao mesmo tempo que procura tornar são cada tipo de empreendedorismo, colocando ao serviço do todo e do bem estar humano em harmonia com a Vida e com o Cosmos.

Subscrevo a visão do Miguel.

Aceitamos que o propósito e o sentido de cada aventura irá evoluir a medida que as pessoas que fazem parte fazem a sua evolução e o João Sem Medo é o exemplo disso mesmo. Para nós o João Sem Medo tem alma e a espiritualidade é uma das dimensões do humano que importa incluir, integrar.

Neste sentido estamos na vanguarda deste movimento mundial
http://sagelavine.com/evolutionary/ (empreendedorismo evolucionário)
http://www.evolutionaryleaders.net/ (liderança evolucionária)

........

Empreendedorismo Evolucionário
Empreendedores Evolucionários

...........

Vejo a formula:
Empreendedorismo Evolucionário =
Desenvolvimento Humano +
Liderança Participativa +
Método Empreendedorismo

(EE = DH + LP + ME)

'Empreendedor Evolucionário' aquele que se compromete com esta formula, cultivando a dimensão espiritual que permite o DH e a LP.

...........

O nosso programa de empreendedorismo passará a chamar-se:
'RECREIO de Empreendedorismo Evolucionário'

...........


O que vos sugere esta partilha ?

Sem comentários:

Publicar um comentário